Programa do PSDB traz Aécio como estrela principal

No programa nacional que o PSDB exibe na noite desta quinta-feira, 18, na TV, às 20h30, a estrela principal é o senador e possível candidato à Presidência da República nas eleições do ano que vem, Aécio Neves. No programa, o senador fala da volta da inflação, dos problemas de infraestrutura e de obras inacabadas, como a transposição do Rio São Francisco. Além disso, aborda as recentes manifestações de junho nas ruas de todo o País e diz que é preciso inaugurar um tempo novo no País. "Quem muda o Brasil é você", é a mensagem do PSDB. Ao final, Aécio convida as pessoas para um bate-papo, ao vivo, no site conversa com os brasileiros, utilizando um bordão que deverá fazer parte de sua campanha presidencial: "E aí, vamos conversar?"

ELIZABETH LOPES E MARCELO GALLI, Agência Estado

19 Setembro 2013 | 20h34

Na abertura do programa, o senador mineiro diz que o Brasil vive numa encruzilhada e questiona qual o País que o cidadão quer. Ele diz que nas andanças que fez pelo Brasil sentiu que as pessoas querem empreender, mas têm medo do futuro. E frisou que está ouvindo as pessoas e ''conversando com o Brasil real" para construir um projeto para o País.

Em Campina Grande, na Paraíba, o programa tucano mostrou uma feirante dizendo que no início deste ano os preços subiram "enormemente, enormemente", pois um quilo de feijão custava R$ 3 e hoje chega e R$ 6, R$ 7, prejudicando o lucro dos negócios. Aécio disse que o governo tem de ter tolerância zero com a inflação, porque a alta dos preços desestimula o empreendedorismo.

O programa do PSDB mostrou também Aécio em Mauriti, no Ceará, onde segundo ele existe mais um exemplo de desperdício de dinheiro público, num dos trechos da transposição do Rio São Francisco ''abandonado pelo governo federal'' há três anos.

O programa do PSDB também mostra Aécio em Mato Grosso e São Paulo, onde Aécio destacou os feitos de Geraldo Alckmin, citando, como um dos exemplos, a área da educação, com o ensino profissionalizante para os jovens, desenvolvido pelas ETECs.

Num papo com os jovens, ele cita que a área da educação em Minas Gerais foi uma das mais bem avaliadas durante seu governo. Além disso, aborda também as manifestações ocorridas no mês de junho nas ruas de todo o País, destacando: "Essas manifestações, essas movimentações todas, não foi para um partido, não foi para um governante, foi para todos nós que fazemos política." E continuou: "Eu me incluo entre esses também. Está todo mundo cansado também de enrolação, das mesmas promessas, do mesmo jeito. Chega e fala, papo reto. O que é? Como é que dá para fazer? O que dá para fazer?"

O senador também convida para uma conversa ao vivo em um site, marcada para cinco minutos após o fim da exibição do programa partidário do PSDB. E finaliza com o bordão: "E aí, vamos conversar?"

Mais conteúdo sobre:
PSDBTVAécio Neves

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.