Professores mineiros entram em greve amanhã

Os professores da rede pública de ensino de Minas Gerais decidiram hoje à tarde entrar em greve a partir de amanhã por tempo indeterminado, o que pode deixar sem aulas 2,7 milhões de alunos em cerca de quatro mil escolas espalhadas pelo Estado. A categoria aprovou a greve em assembléia realizada à tarde no pátio da Assembléia Legislativa de Minas, região centro-sul. Mais de mil professores participaram do encontro, segundo sindicalistas, e uma passeata promovida em seguida causou transtornos no trânsito. Os professores estaduais, um contigente de 220 mil profissionais, reivindicam aumentos salariais de 20% a 53% e nomeação imediata pelo governo mineiro de 53 mil concursados. O secretário de Educação de Minas, Muírilio Hingel, descarta apossibilidade de reajuste salarial este ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.