Produtor manda segurar o boi no pasto

A Sociedade Rural do Paraná (SRP) aconselhou nesta quarta-feira os pecuaristas paranaenses a manter o rebanho no pasto enquanto aguardam que os ministérios da Agricultura e Relações Exteriores sinalizem com medidas capazes de mudar o quadro que se formou com o boicote de importação de carne pelo Canadá e Estados Unidos. "A queda de preço no mercado interno nada mais é que uma especulação provocada por frigoríficos", acusou o presidente da SRP, Francisco Galli. Segundo ele, 92% da produção de carne no País vai para consumo interno, o que não justificaria a queda do preço - de R$ 39,00 para R$ 37,00 a arroba - em dois dias, apenas em razão das notícias envolvendo o boicote canadense. "Os frigoríficos estão aproveitando essa onda para baixar o preço", afirmou. Segundo ele, o conselho da SRP não visa o aumento dos preços, "mas que eles cheguem aos patamares que vinham sendo praticados, que já eram baixos".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.