Procuradoria pede documentos do avião que caiu com Teori

Ministério Público Federal em Angra dos Reis abriu investigação sobre o acidente e solicitou informações como as gravações de conversas entre o piloto Osmar Rodrigues e a torre e rádio de controle

Constança Rezende, O Estado de S.Paulo

20 de janeiro de 2017 | 10h39

O Ministério Público Federal em Angra dos Reis requisitou à Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e ao Comando da Aeronáutica documentos sobre o voo do avião que caiu na quinta-feira, 19, em Paraty, no Rio de Janeiro, matando o  ministro do Supremo Tribunal Federal e relator da Lava Jato na Corte, Teori Zavascki. Ente os pedidos estão documentos relativos à manutenção da aeronave e gravações de conversas entre o piloto Osmar Rodrigues e a torre e rádio de controle.

O MPF também informou por nota que está colhendo, em conjunto com a Polícia Federal, provas testemunhais no local. Outras diligências ainda serão determinadas até o final desta sexta-feira, 20. 

A investigação foi aberta por requisição da procuradora da República em Angra dos Reis, Cristina Nascimento de Melo, e são conduzidas pelo delegado chefe da PF na cidade, Adriano Antonio Soares .

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.