Procuradoria do DF recorre contra candidatura de Abadia

A Procuradoria Regional Eleitoral do Distrito Federal (PRE-DF) ingressou na tarde de hoje com recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedindo a análise de ação de impugnação contra a candidata do PSDB ao Senado, a ex-governadora Maria de Lourdes Abadia. Na quarta-feira, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-DF) não acatou contestação da Procuradoria Eleitoral, com base na Lei da Ficha Limpa, e permitiu a candidatura da tucana.

GUSTAVO URIBE, Agência Estado

13 de agosto de 2010 | 20h11

O procurador Renato Brill de Góes lembrou no recurso que Abadia foi condenada pelo TRE-DF, em 2006, por compra de voto, o que enquadraria a candidata na nova lei. Por 4 a 3, o TRE-DF deferiu o pedido de candidatura da tucana sob a alegação de que a sua condenação não previa cassação de registro ou de diploma, mas apenas uma multa no valor de R$ 2 mil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.