Procuradoria denuncia filho e sobrinho de Cassol

A Procuradoria da República no Espírito Santo denunciou Ivo Júnior Cassol, filho do governador de Rondônia, Ivo Cassol, por tráfico de influência e formação de quadrilha, perante a 1ª Vara Federal Criminal de Vitória. Na mesma denúncia foram incluídos Alessandro Cassol Zabott - primo de Ivo Júnior -, Adriano Mariano Scopel, dono da TAG Importação e Exportação de Veículos S.A., e dois empregados da empresa.A pena para o crime de tráfico de influência é de 2 a 5 anos de prisão. Ivo Junior e Zabott são acusados de interceder perante o governador de Rondônia para manter benefício fiscal em favor da TAG. Em troca, teriam sido contemplados com a oportunidade de assistir à corrida de Fórmula 1 em São Paulo, em outubro, com todas as despesas pagas por Scopel. Segundo a denúncia, Zabott também tentou influir em favor da TAG na Secretaria de Finanças de Rondônia.Além disso, Ivo Júnior teria encomendado a Scopel a importação de um jipe Cherokee por R$ 193 mil - o preço no mercado é de R$ 250 mil. A TAG se notabilizou por importar veículos de luxo com preços subfaturados, esquema investigado pela Polícia Federal na Operação Titanic. Nos depoimentos, Scopel confirmou os pagamentos e o interesse na intermediação do filho do governador.O diretor de Comunicação do governo de Rondônia, Marco Antônio Santi, explicou que o filho e o sobrinho de Cassol não foram oficialmente notificados da denúncia. Segundo ele, ambos não cometeram crime.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.