Procuradoria defende cancelamento de pensão de Dias

A Procuradoria-Geral do Paraná encaminhou parecer à Secretaria de Estado da Administração e Previdência orientando que a aposentadoria vitalícia do ex-governador e senador Alvaro Dias (PSDB) seja cancelada. Ela foi concedida em outubro do ano passado, e o ex-governador recebeu por dois meses o valor bruto de cerca de R$ 24 mil. Em entrevista, Alvaro Dias disse que os valores foram doados a uma entidade de assistência social.

EVANDRO FADEL, Agência Estado

28 de janeiro de 2011 | 14h43

A argumentação da Procuradoria é que o pedido foi feito fora do prazo legal de cinco anos do término do cargo. O órgão também deu parecer contrário ao pedido de retroatividade, considerando violação à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) que veda concessão de benefícios financeiros se não houver recursos orçamentários previstos e não permite que atos dessa natureza sejam efetivados 180 dias antes do término de um mandato.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.