Procuradores vão depor em sessão secreta

Os procuradores Guilherme Schelb e ElianaTorelly vão comparecer nesta quarta-feira, às 17 horas, ao Conselho de Ética do Senado para, emsessão secreta, prestar esclarecimentos sobre a conversa que tiveram com o senadorAntonio Carlos Magalhães (PFL-BA) nas dependências do Ministério Público em 19 defevereiro.O requerimento foi aprovado por 11 votos contra quatro. Ficaram contra oretorno dos procuradores ao Conselho os senadores carlistas Waldeck Ornélas e PauloSouto, ambos do PFL da Bahia, além dos senadores Romeu Tuma (PFL-SP) e GeraldoAlthoff (PFL-SC).O Conselho de Ética está investigando suspeita de envolvimento dosenador Magalhães em suposta violação do painel eletrônico do Senado durante votaçãoda cassação do senador Luís Estevão.O presidente do Conselho, senador Ramez Tebet(PMDB-MS), designou o senador Roberto Saturnino (PSB-RJ) para relatar o processocontra ACM e decidiu solicitar ao procurador-geral da República, Geraldo Brindeiro, afita da conversa entre o senador Antonio Carlos e os procuradores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.