Procuradores pedem novo depoimento de Jorge Mattoso

Os procuradores da República Gustavo Pessanha Velosso e Lívia Nascimento Tinoco pediram nesta terça-feira à Justiça Federal de Brasília que determine a realização de novos depoimentos do ex-presidente da Caixa Econômica Federal (CEF) Jorge Mattoso, do secretário de Direito Econômico, Daniel Goldberg, e do chefe de gabinete do Ministério da Justiça, Cláudio Alencar, no inquérito que investiga a quebra ilegal do sigilo bancário do caseiro Francenildo dos Santos Costa.Responsáveis pela investigação, os procuradores pediram à Justiça que prorrogue por 30 dias o prazo do inquérito porque avaliam que ainda é necessário esclarecer algumas circunstâncias em que ocorreu o fato. Segundo a Procuradoria, no procedimento de investigação do próprio Ministério Público Federal, outras providências foram tomadas para complementar o inquérito policial.Os procuradores também pediram à Justiça que determine o arquivamento da parte do inquérito que investiga se o caseiro praticou crime de lavagem de dinheiro. Um pedido feito anteriormente pelos procuradores foi rejeitado pela juíza titular da 10ª. Vara da Justiça Federal de Brasília, Maria de Fátima Costa. As novas solicitações deverão ser decididas nos próximos dias pela juíza Maria de Fátima.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.