Procuradores do Estado entram em greve no RS

Categoria reivindica implantação do subsídio como forma de remuneração e rejeita proposta da Assembléia

Elder Ogliari, do Estadão,

29 Outubro 2007 | 21h14

Os procuradores do Estado do Rio Grande do Sul entraram em greve por tempo indeterminado nesta segunda-feira, 29, deixando todos os processos que envolvem o governo gaúcho sem representação judicial. A categoria reivindica a implantação do subsídio como forma de remuneração e protesta porque a Comissão de Constituição e Justiça da Assembléia Legislativa já deu parecer favorável ao novo sistema para a magistratura, defensoria e Ministério Público, mas, a pedido do governo do Estado, adiou a apreciação da extensão do sistema aos procuradores. O Rio Grande do Sul tem 279 procuradores ativos. A greve é por tempo indeterminado.

Mais conteúdo sobre:
GreveRio Grande do Sul

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.