Procuradora pede punição a Dilma e PT por propaganda

A vice-procuradora-geral eleitoral, Sandra Cureau, pediu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que puna a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, e o diretório estadual do partido em Pernambuco por propaganda eleitoral antecipada. Sandra Cureau questiona a legalidade de uma propaganda partidária veiculada em junho, em Pernambuco.

AE, Agência Estado

09 de agosto de 2010 | 20h58

Na propaganda, Dilma disse, segundo a procuradora: "Brasil e Pernambuco vivem hoje o melhor momento de sua história. Isso é apenas o começo de uma grande era de prosperidade. Pernambuco pode usufruir ainda mais desse novo tempo. Avançam a Transnordestina e o Projeto do São Francisco. O Porto de Suape se consolida e a indústria naval veio para ficar. É preciso investir ainda mais em saúde, educação e segurança. Melhorar o emprego e o salário. É hora de acelerar e ir em frente".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.