Procuradora analisa prisão domiciliar de Nicolau

A procuradora da República, Janice Agostinho Barreto Ascari, deve se manifestar hoje sobre o pedido de prisão domiciliar do juiz Nicolau dos Santos Neto. O parecer da procuradora será dado com base em relatórios preparados pelas médicas Helena Clebi Nichielin Favel e Maramélia Araújo de Miranda Alves, que examinaram o ex-presidente do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de São Paulo. As médicas constataram que Nicolau está com hipertensão e "depressão profunda". Sábado, elas recomendaram que ele fosse levado ao Pronto Socorro da Santa Casa para medicação.O juiz está preso na Polícia Federal desde 8 de dezembro, acusado de comandar o desvio de recursos das obras do Fórum Trabalhista de São Paulo. Seus advogados pediram a prisão domiciliar, alegando que ele se encontra "seriamente enfermo". Janice também foi à Delegacia de Ordem Política e Social da PF onde Nicolau está recolhido.Ontem, as médicas entregaram relatórios separados ao juiz Casem Mazloum, da 1ª Vara Criminal Federal. O juiz encaminhou os laudos a Janice. Com o parecer da procuradora, Mazloum vai decidir se concede ou não a prisão domiciliar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.