Procurador vai apurar denúncia contra Richa

O Ministério Público vai investigar denúncias de fraude que teria sido cometida no ano passado, durante a campanha do prefeito de Curitiba e candidato à reeleição, Beto Richa (PSDB). Vídeo divulgado no fim de semana pelo Fantástico indica que 28 dos 55 candidatos a vereador pelo PRTB teriam desistido de suas candidaturas para dar apoio a Richa.Procurado ontem, o procurador regional eleitoral Néviton Guedes não quis dar declarações sobre o caso, pois ainda reunia informações.Um dos subsídios pode ser um novo vídeo apresentado ontem à tarde, em entrevista coletiva, pelo coordenador financeiro da campanha, Fernando Ghignone, e pelo procurador do município, Ivan Bonilha. A gravação exibe uma reunião em que Ghignone e Bonilha recebem a denúncia feita por Rodrigo Oriente - autor do vídeo veiculado pela TV no domingo. A versão exibida era editada, disse Bonilha. Ele garantiu que uma versão integral da conversa entre os três, com novas revelações, será levada à Justiça. "Ainda não definimos a data para a entrega de todo o material", afirmou. Bonilha negou qualquer irregularidade e suspeitou da denúncia: "Parece alguma coisa agendada."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.