Procurador recomenda cassação de prefeita

A Procuradoria Geral Eleitoral (PGE) recomendou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a cassação da prefeita de Mossoró (RN), Maria de Fátima Rosado Nogueira (DEM), e de sua vice, por suposto uso da máquina nas eleições do ano passado. Elas teriam participado de inauguração de obra pública em período vetado - a legislação eleitoral não permite que candidatos façam inaugurações nos três meses anteriores ao dia da votação. "A inauguração alcançou todo o eleitorado municipal, que acompanhou pela imprensa o evento", afirmou Francisco Xavier, vice-procurador geral eleitoral. Mossoró, com 250 mil habitantes, fica a 285 quilômetros de Natal, capital do Estado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.