Procurador recebe degravação de entrevista de Ciro

O procurador da República Maurício da Rocha recebeu, nesta segunda-feira, da Polícia Federal (PF) a degravação da entrevista em que o ex-ministro da Fazenda Ciro Gomes acusa o presidente Fernando Henrique Cardoso de ter "levado a corrupção ao centro do poder".A declaração foi feita ao Jornal Nacional, da Rede Globo de Televisão, no dia 12, e fez com que o presidente, por meio do Ministério da Justiça, requisitasse ao Ministério Público Federal (MPF) uma denúncia contra Ciro Gomes por difamação, crime contra a honra previsto na Lei de Imprensa.O procurador poderá ou não oferecer a denúncia à Justiça e quer ouvir o ex-ministro da Fazenda antes de tomar a decisão."Não vou adiantar nada. Gostaria de ouvi-lo antes", afirmou Rocha, que vai esperar por Ciro Gomes, no máximo, até dia 7.Na entrevista, o político cearense afirma: "O povo, quando votou nele (Fernando Henrique), votou contra a corrupção, e ele levou a corrupção ao centro do poder no Brasil."Ele disse ainda que o presidente "entregou" o País aos "interesses internacionais". A pena por difamação vai de três meses a um ano e meio de prisão, além de multa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.