Procurador quer investigar governador do ES

O procurador-geral da República, Geraldo Brindeiro, pediu hoje ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) a abertura de inquérito penal contra o governador do Espírito Santo, José Ignácio Ferreira (PSDB), suspeito de enriquecimento ilícito, liberação irregular de verbas públicas, condescendência criminosa e ilícitos penais eleitorais e tributários.Na documentação enviada pelo procurador ao STF, o governador tucano é acusado de ter obtido irregularmente um empréstimo de R$ 2,6 milhões no Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes), público, para financiar sua própria campanha eleitoral. Além disso, de acordo com informações da emissora de TV Globonews, o governador teria aberto irregularmente um processo licitário do Programa de Despoluição dos Ecossistemas Litorâneos do Estado (Prodesan), financiado pelo Bird, e de ter feito de forma ilegal operações de liberação de créditos de ICMS.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.