Procurador denuncia Garotinho ao STF

O procurador-geral da República, Antônio Fernando de Souza, entrou ontem com denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ex-governador do Rio Anthony Garotinho, por suposto envolvimento em esquema de compra de votos para os candidatos Geraldo Pudim e Álvaro Lins em 2006. Garotinho e a mulher, Rosinha, ex-governadora do Rio, foram considerados inelegíveis por três anos pelo Tribunal Regional Eleitoral também por compra de votos. Segundo Souza, um grupo havia sido cooptado a conseguir votos para Pudim, mediante promessa de contrato como investigadores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.