Problema com radar ainda provoca atrasos em vôos

Problemas no sistema de radar de Brasília continuam provocando atrasos de vôo em vários aeroportos do País. Segundo o Ministério da Aeronáutica, os problemas ocorrem por causa da manutenção preventiva de um radar na cidade do Gama, a 40 quilômetros da capital. Isso faz o equipamento funcionar há mais de duas semanas abaixo da capacidade. Para garantir a segurança dos vôos, as decolagens de Brasília eram feitas, nesta terça-feira, com intervalo mínimo de dez minutos, o que afetou outros aeroportos, em especial de São Paulo e do Rio. Problemas no sistema de controle de tráfego aéreo vêm sendo recorrentes desde julho, quando uma pane provocou atrasos de até quatro horas nos vôos em vários Estados. Na época, a causa foi a falha de um radar no Espírito Santo e a desativação, para manutenção, de um radar em Petrópolis (RJ). Os problemas voltaram no dia 27, desta vez por causa da manutenção do radar do Gama, que controla as comunicações de rádio em uma área que compreende os Estados de São Paulo, Rio, Espírito Santo, Minas, Goiás e Distrito Federal. A Aeronáutica distribuiu nota, naquele dia, garantindo que a situação estava normalizada, mas os atrasos continuaram. "O problema acontece quase todo dia", disse, nesta terça-feira, o superintendente do Aeroporto de Brasília, Valceni Braga. Segundo ele, a situação fica pior das 11 às 13 horas e das 17h30 às 19h30, horários em que o tráfego aéreo é mais intenso. Não há previsão sobre o término da manutenção em Gama.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.