Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

Prisão de Vaccari é 'cena inédita', diz Aécio

Presidente do principal partido de oposição do governo aproveitou a prisão do tesoureiro to PT para fazer novas críticas ao PT

ISADORA PERON, O Estado de S. Paulo

15 Abril 2015 | 14h21

Brasília - O senador e presidente nacional do PSDB, Aécio Neves (MG), disse nesta quarta-feira, 15, se tratar de uma "cena inédita" a prisão do petista João Vaccari Neto, já que ele é o tesoureiro do partido que governa o País. 
 
"O Brasil passa a ser protagonista de uma cena absolutamente inédita na nossa história: o tesoureiro, responsável pelas finanças do partido que governa o Brasil, hoje está preso e com sucessivas acusações e acusações extremamente graves. Eu acho que esse é o mais triste retrato de um partido político que abdicou de um projeto de País para se manter a qualquer custo no poder", disse.

Como vem fazendo desde que o nome de Vaccari  começou a ser citado nas investigações da Operação Lava Jato, que apura o esquema de corrupção na Petrobrás, o tucano fez questão de associar a imagem do tesoureiro a da presidente Dilma Rousseff. 
 
"O que eu refaço hoje é a mesma pergunta que fiz à presidente Dilma durante os debates eleitorais. A pergunta é a mesma. Será que a resposta também continua sendo a mesma? A presidente continua confiando no tesoureiro do seu partido, agora preso?", questionou. Durante a campanha, Dilma costumava responder à pergunta ressaltando que o ex-presidente do PSDB, Sérgio Guerra, também havia sido acusado de receber propina. do esquema

O tucano foi cauteloso ao responder se a prisão de Vaccari ajudaria na decisão do PSDB de entrar com um pedido de impeachment contra Dilma. "Nós estamos avaliando com juristas se existe a caracterização de crime de responsabilidade. O impeachment não é algo que esteja prioritariamente na agenda do PSDB, mas não pode ser visto como um golpe, é algo previsto na nossa Constituição", disse. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.