Prisão de traficante é uma excelente notícia, diz FHC

A confirmação da prisão do traficante Fernandinho Beira-Mar foi feita hoje em conjunto pelos presidentes do Brasil, Fernando Henrique Cardoso e o da Colômbia, Andrés Pastrana, que estão em Quebec participando da Cúpula das Américas. "É uma excelente notícia, vai permitir que se descubra as ligações dele com o narcotráfico, porque não se trata de um traficante de menor expressão", comemorou o presidente Fernando Henrique. "A prisão é resultado da crescente cooperação entre os dois países", observou o presidente Pastrana que contou como ocorreu a prisão. O avião que transportava Beira-Mar foi interceptado na quinta-feira por um batalhão do Exército colombiano e forçado a aterrisar. A bordo, estavam cinco pessoas. Além de Beira-Mar foram presos um dos líderes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), Acacio Medina, conhecido como Nego Acácio, chefe da frente 16 das Farc, e um médico brasileiro, apelidado de Dentista. Segundo o presidente da Colômbia, o traficante deveria, ainda na noite de hoje, ser levado para a Base Militar de Maranduba. Pastrana explicou que o governo colombiano está estudando como será feita a deportação de Beira-Mar para o Brasil. A definição da deportação sairá nos próximos dias, disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.