Reprodução/TV Globo
Reprodução/TV Globo

Prisão de Temer é confirmação de que o País está mudando, diz líder do PSL

Líder do PSL na Câmara, delegado Waldir (GO), classificou a prisão do ex-presidente Michel Temer como uma demonstração de força no combate à corrupção no País

Mariana Haubert e Camila Turtelli, O Estado de S.Paulo

21 de março de 2019 | 18h14

BRASÍLIA - O líder do PSL na Câmara, delegado Waldir (GO), classificou a prisão do ex-presidente Michel Temer como uma demonstração de força no combate à corrupção no País. Para ele, o caso mostra que o Brasil vive um novo momento.

"É uma notícia maravilhosa. É uma sinalização do efetivo combate à corrupção no País e traz credibilidade. É o que o Brasil vem se transformando com a Lava Jato. Aqueles que usaram o Poder Público para corrupção vão pagar o seu preço. Isso era esperado, até mais cedo. Que logo após a sua saída da Presidência, acontecesse a sua prisão, mas demorou alguns meses", disse.

O deputado defendeu ainda que atores de outros poderes que não só do Executivo e do Legislativo que estejam envolvidos em denúncias de corrupção também sejam punidos. "Ninguém está acima da lei", disse.

Waldir destacou que não apenas a operação Lava Jato combate a corrupção, mas também as polícias civis e militares e outros órgãos do Judiciário que atuam nesta questão. "Eles só precisam de mais ferramentas. Sem dúvida, a Lava Jato é a origem de um projeto maior que culminou com a ida do ministro Sérgio Moro para o governo", disse. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.