MÁRCIO FERNANDES/ESTADÃO
MÁRCIO FERNANDES/ESTADÃO

Prisão de Battisti é 'absurda e ilegal', afirma advogado

Defensor de ex-ativista italiano disse que vai recorrer de decisão e que seu cliente chegou à PF 'sereno, porém revoltado'

Ricardo Chapola, O Estado de S. Paulo

12 de março de 2015 | 19h40

São Paulo - O advogado de defesa de Cesare Battisti, Igor Sant'Anna Tamassauskas afirmou nesta quinta-feira, 12, que vai recorrer da decisão que determinou a deportação do ex-ativista italiano, a qual ele classificou de "absurda, ilegal e inconstitucional".

O ex-ativista italiano foi preso pela PF em casa, com a família, em Embu das Artes, e chegou à sede da Superintendência, na zona oeste de São Paulo, por volta das 18h30. Ele deve passar a noite nas carceragens da PF caso seus advogados não consigam um habeas corpus. 

"Estamos fazendo o possível para revogar uma decisão absolutamente absurda. Ele não foi sequer intimado da decisão. Não existe essa hipótese", disse Tamassauskas.  "Isso é uma violência tremenda a Cesare Battisti".

Segundo o advogado, Battisti chegou "sereno, porém revoltado" e sem algemas. O ex-ativista vai fazer exames médicos na sede da PF.

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
Cesare BattistiPolícia Federal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.