Principais cidades da região metropolitana de SP terão 2º turno

Eleitores de Santo André, São Bernardo do Campo, Osasco, Diadema e Guarulhos voltam às urnas em 30 de outubro

Daniel Weterman, O Estado de S.Paulo

02 de outubro de 2016 | 21h16

SÃO PAULO - As mais importantes cidades da Região Metropolitana de São Paulo vão ter a disputa pelas prefeituras definidos no segundo turno, que tem votação agendada para o dia 30 de outubro. 

Com todos os votos apurados, a Prefeitura de Santo André será disputada pelo ex-vereador Paulo Serra (PSDB), que teve 35,85% dos votos válidos, e pelo atual prefeito Carlos Grana (PT), com 20,28%. 

Diadema também terminou a apuração de todos os votos e terá o prefeito Lauro Michels (PV), com 48,10% dos votos válidos, enfrentando o vereador Vaguinho (PRB), com 21,85%, no dia 30 de outubro. 

Em São Bernardo do Campo, o deputado estadual Orlando Morando (PSDB) teve 45,07% dos votos válidos e vai disputar o segundo turno com o deputado federal Alex Manente (PPS), que registrou 28,41%. O petista Tarcisio Secoli, apoiado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, teve 22,57%.

Os eleitores de Guarulhos vão escolher entre o vereador Gustavo Henric Costa (PSB), que teve 34,62% dos votos válidos, e o deputado federal Eli Correa Filho (DEM), que contabilizou 22,36%. A apuração do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) está em 99,13% no município.

Em Osasco, o vereador Rogério Lins (PTN) registrou 39,41%, encostado com o prefeito Jorge Lapas (PDT), com 38,50%. Com 98,88% da apuração concluída, o resultado confirma que os dois vão disputar o voto do eleitor no segundo turno.

Tendo eleição apenas no primeiro turno, o ex-prefeito José Auricchio Júnior (PSDB) foi eleito em São Caetano do Sul, com 34,34% dos votos válidos. O atual mandatário Paulo Pinheiro (PMDB) ficou com segundo lugar, com 30,71%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.