Primeiro-ministro da Coreia do Sul virá ao Brasil para posse de Dilma

Kim Hwang-sik fará viagem de dez dias e se reunirá também com líderes do Paraguai e Uruguai para fortalecer relações políticas e comerciais

Efe

29 Dezembro 2010 | 06h04

SEUL - O primeiro-ministro da Coreia do Sul, Kim Hwang-sik, chegará ao Brasil na sexta-feira, 31, para a posse da presidente eleita Dilma Rousseff, continuando sua passagem pela América Latina por Paraguai e Uruguai, informaram fontes oficiais do país nesta quarta-feira, 29.

Durante a viagem de dez dias, Kim se reunirá com os líderes do Brasil, Paraguai e Uruguai com o objetivo de fortalecer as relações políticas e comerciais, segundo um comunicado do escritório do primeiro-ministro sul-coreano.

Além de representar a Coreia do Sul na posse de Dilma Rousseff, em sua passagem pelo Brasil, Kim se reunirá com membros do governo brasileiro para favorecer o acesso de companhias sul-coreanas à construção da infraestrutura de alta velocidade ferroviária no País.

Segundo o comunicado divulgado nesta quarta-feira, Kim tentará fortalecer a cooperação bilateral entre os dois países em campos como infraestrutura, economia, comércio, investimento e energia e recursos.

Em seguida, Kim visitará Paraguai (de 2 a 4 de janeiro) e Uruguai (de 4 a 6 de janeiro), na primeira passagem de um primeiro-ministro sul-coreano pelos dois países desde que foram estabelecidas relações diplomáticas, em 1962 e 1964, respectivamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.