Presos três integrantes, entre eles 'O Senhor das Armas', do PCC

Bandidos escondiam em apartamento arma pesada, quantias em dinheiro de diferentes moedas e um carro blindado

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

05 de março de 2011 | 03h39

SÃO PAULO - Três integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC) - facção que atua dentro e fora das unidades prisionais paulistas - um deles responsável por administrar a distribuição e a guarda das armas da facção, foram presos, no final da tarde de sexta-feira, 4, por policiais das Rondas Ostensivas Tobias Aguiar (Rota) nas zonas norte e leste da capital paulista.

Dois dos criminosos, entre eles Francisco Aurílio Silva de Melo, o "Chico" ou "XT", de 45 anos, que vinha atuando no lugar do criminoso "Bruxo, o Senhor das Armas", preso há seis meses também pela Rota, foram abordados pelos policiais a poucos metros do 69º Distrito Policial, na rua Arquiteto Vila Nova Artigas, no bairro de Teotônio Vilela, na zona leste. Ambos estavam em um Fiat Pálio.

A dupla, em posse de uma pistola calibre 380, roubada e pertencente a um guarda civil metropolitano, após um bate-papo com os policiais, levou os PMs até o apartamento de Francisco, um conjunto habitacional em Parada de Taipas, na zona norte de São Paulo, onde foram encontrados R$ 5.300,00, US$ 219, euros e libras, além de um fuzil calibre 556, importado e no valor de R$ 35 mil, comprado pela quadrilha com dinheiro proveniente do tráfico de drogas.

O terceiro bandido, segundo a PM, foi detido em casa também, na mesma região. Com ele, os policiais apreenderam uma pistola calibre 40, roubada de um policial civil. Segundo os policiais, o trio ofereceu a pistola em troca da liberdade, mas a tentativa de suborno não deu certo. Os dois comparsas de "Chico" foram identificados como: Reinaldo Lima Alves, o "Naldo", de 35 anos, e Weberton da Silva Martins, o "Nenem", de 23 anos.

Com os bandidos os policiais apreenderam também um Toyota Corolla blindado. Os três criminosos foram encaminhados ao plantão do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic) e autuados em flagrante.

Tudo o que sabemos sobre:
armasSenhor das ArmasPCC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.