Presos quatro suspeitos de matar fiscais do trabalho em Unaí

Quatro homens foram presos hoje acusados de assassinarem três fiscais do trabalho e um motorista da Delegacia Regional do Trabalho em Unaí, região noroeste de Minas Gerais. O chefe da Delegacia Regional do Trabalho em Minas Gerais (DRT-MG), Carlos Calazans, foi o primeiro a anunciar a prisão dos suspeitos. Ele disse que os nomes dos acusados estão sendo mantidos em sigilo para não atrapalhar as investigações.O assassinato completa seis meses na próxima quarta-feira. Os quatro funcionários da DRT-MG ? os auditores Nelson José da Silva, Erastósteles de Almeida Gonçalves e João Batista Soares e o motorista Ailton Pereira de Oliveira ? foram mortos a tiros durante uma emboscada. Eles investigavam denúncias de trabalho escravo e fiscalizavam fazendas na região.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.