Presos mantêm reféns em casa de custódia no Rio

A situação é tensa esta manhã na Casa de Custódia Dalto Castro, em Campos, norte do Estado do Rio de Janeiro, onde 270 detentos inciaram uma rebelião por volta das 10 horas de hoje. Os presos renderam dois policiais miltares, os soldados Piludo e Junior, que ainda são mantidos reféns. De acordo com a polícia, no início do motim houve confronto com a PM e três detentos, ainda não identificados, morreram. O soldado Souza, ferido no braço, foi levado para o hospital Ferreira Machado, em Campos. Devido à superlotação, o governo do estado inaugurou há alguns meses a Casa de Custódia, transferindo grande parte dos detentos do presídio Carlos Chinoco.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.