Presídio de Blumenau terá de ser reformado

A rebelião iniciada às 18h30 da sexta-feira por 105 presos do Presídio Regional de Blumenau, no Vale do Itajaí, em Santa Catarina, terminou no final da tarde de ontem. As negociações começaram às 7h45. Depois de permanecer nas mãos dos rebelados por 22 horas, o carcereiro Edgar Prochnow foi libertado às 16h30. Meia hora depois, os presos soltaram o outro refém, Igino Vendrame. Os dois receberam os primeiros socorros na cadeia e foram encaminhados para o hospital.Quatro microônibus levaram 32 presos, que pediram para ser transferidos, a oito cadeias do Estado. Outros tiveram que ser levados para outros locais, porque o prédio ficou destruído. A reforma do presídio, palco de um movimento motivado pela transferência de cinco presos para uma ala de isolamento, deve começar na segunda-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.