Presidente tem o pior desempenho entre os mais jovens

Após três semanas de manifestações, pesquisa Datafolha mostra que a presidente Dilma Rousseff perdeu intenção de voto e não venceria mais as eleições presidenciais de 2014 no 1.º turno. Segundo dados divulgados ontem, 30, pelo jornal Folha de S.Paulo, Dilma tem o seu pior desempenho entre os mais jovens, justamente a faixa etária mais presente nos protestos que tomaram as ruas das principais cidades do País.

Agência Estado

01 de julho de 2013 | 09h21

Na média, a presidente tem entre 29% ou 30% das intenções de votos nos cenários pesquisados para a eleição do ano que vem. Mas, entre os eleitores de 16 a 24 anos, esse porcentual cai para 27.

No quadro mais provável para a sucessão, que inclui Marina Silva (sem partido), Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB), a petista tinha 51% das intenções de voto nos dias 6 e 7 deste mês, e agora tem 30%. Ela ainda lidera, mas teria que disputar o 2.º turno com Marina, que passou de 16% para 23%.

Quem também cresceu nessa pesquisa foi o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, que nega a intenção de ser candidato. Há três semanas, tinha 8% das intenções de voto. Agora subiu para 15%.

Outra má notícia para a presidente é que a imagem do seu antecessor Luiz Inácio Lula da Silva não foi tão afetada com os protestos. No cenário com Marina, Aécio e Campos, o ex-presidente alcança 46% das intenções de voto. Na pesquisa anterior, ele tinha 55%.

Números do Datafolha divulgados sábado, 29, mostram ainda que, no mesmo período, a popularidade da presidente Dilma caiu de 57% para 30%.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
DilmapopularidadeDatafolha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.