Presidente pode ter sido grampeado, diz técnico

O ex-funcionário da área técnica da rede de acesso da Telemar José Luiz da França Neto disse ontem na CPI dos Grampos, na Câmara, que, certa vez, sem especificar datas, os técnicos da companhia encontraram equipamento para grampo em uma das linhas do hotel onde estava hospedado o presidente Lula. Segundo ele, o Setor de Rede de Acesso da Telemar atuava na investigação de denúncias sobre linhas que poderiam estar grampeadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.