Presidente Lula, o Papai Noel no fim de ano do Planalto

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a primeira-dama Marisa Letícia comandaram nesta quinta-feira a festa de confraternização de fim de ano dos funcionários do Palácio do Planalto. "Se não fossem os dicionários, eu, na verdade, não utilizaria nunca mais a palavra ´governar´. Eu utilizaria a palavra ´cuidar´, porque o povo brasileiro precisa de muito cuidado e de muito carinho", disse Lula, no discurso em que agradeceu o apoio dos servidores. "Cada vez mais eu me convenço de que não é possível a gente governar este País apenas com a racionalidade dos números, apenas com a racionalidade do nosso cérebro", afirmou. "É preciso que haja uma combinação entre a racionalidade do cérebro e a racionalidade do coração, porque um pouco das coisas que nós temos que fazer no Brasil é muito mais sentimento. É muito mais a gente saber que tem muita gente precisando que a gente estenda a mão." A confraternização foi animada por um coral ligado à Universidade de Brasília, os Cinquentões da UnB. Os cantores usavam gorros de Papai Noel e, após a apresentação, Lula tomou um desse gorros e posou para fotos ao lado do coral. Ao final da festa, formou-se uma fila de funcionários do Planalto ávidos por tirar fotos ao lado do presidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.