Presidente do Uruguai se emociona em cerimônia no RS

O presidente do Uruguai, José Mujica, foi recebido na tarde de hoje, em Porto Alegre, pelo governador gaúcho, Tarso Genro, de quem recebeu a medalha Ordem do Ponche Verde no Grau Grã Cruz, mais alta comenda do governo gaúcho.

LUCAS AZEVEDO, Agência Estado

08 de novembro de 2011 | 20h09

Mujica capitaneia uma missão uruguaia composta por ministros e empresários que participarão de reuniões com autoridades brasileiras, cujas pautas são educação, meio ambiente, cultura, segurança e infraestrutura.

Entretanto, a cerimônia de condecoração do ex-guerrilheiro Tupamaro foi de grande emoção, com um discurso recheado de citações em defesa de uma identidade latino americana.

Em seu agradecimento à comenda, Mujica fez um discurso emotivo, durante o qual lhe caíram lágrimas dos olhos. "O mundo está cheio de conhecimento e riqueza. Mas está cheio de injustiça, de desigualdade e falta de identidade. No mundo há primaveras que parecem inverno. Há mulheres esquecidas de seus direitos, negros pisoteados e abandonados, muitas dores escondidos. Após mesmo tempo nunca tivemos tão conhecimento nem tantas ferramentas e riquezas", disse a uma platéia de empresários, secretários de governo, ministros uruguaios e jornalistas.

Momentos antes, Tarso Genro havia derramado elogios ao presidente uruguaio.

"A honra de receber Mujica tem dois significados. Um é o afeto, respeito e admiração que o povo gaúcho tem pelo povo uruguaio. Outro, é a sua história, que sintetiza a melhor rebeldia e amor pelo povo latino americano. O senhor é um grande homem da América Latina e do mundo", afirmou Tarso.

Tudo o que sabemos sobre:
UruguaiRS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.