AFP
AFP

Presidente do Uruguai presta apoio a Dilma durante reunião do Mercosul

Tabaré Vásquez elogia a presidente por "lealdade institucional" e afirma: "Estamos com você, companheira"; chanceler da Venezuela também prestou solidariedade à petista

Murilo Rodrigues Alves e Rodrigo Cavalheiro, enviados especiais, O Estado de S.Paulo

21 de dezembro de 2015 | 15h12

Assunção - O presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, se mostrou solidário à presidente Dilma Rousseff, que enfrenta pedido de impeachment no Congresso Nacional. "Estamos com você, companheira Dilma", afirmou o uruguaio, que agora tem a presidência temporária do Mercosul.

Vásquez saudou a presidente por sua "lealdade institucional", responsabilidade política e integridade pessoal. "As complexidades inerentes à sua investidura e o projeto de país que representa. Estamos com você, companheira", afirmou. 

A chanceler venezuelana Delcy Rodríguez também expressou solidariedade em nome do presidente Nicolás Maduro. "Repudiamos todo o acosso que está sendo dirigido à presidente Dillma Rousseff", afirmou.

Em seu discurso, na 49ª Cúpula do Mercosul, em Assunção, a presidente já tinha relacionado o fim da crise política como condição necessária para a retomada da economia brasileira. "A reorganização do quadro fiscal do Brasil logo trará resultados positivos, juntamente com o fim da crise política que tem afetado o meu segundo mandato desde o seu início", afirmou.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.