Presidente do TJ-SP propõe afastar desembargador 'milionário'

Proposta de afastamento atinge Alceu Penteado Navarro, um dos magistrados que recebeu quantias milionárias no Tribunal de Justiça entre 2008 e 2010; destino de envolvidos será decidido nesta quarta

Fausto Macedo, de O Estado de S.Paulo

30 de maio de 2012 | 13h46

O presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, desembargador Ivan Sartori, propôs perante o Órgão Especial da Corte, o afastamento imediato do presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Estado, desembargador Alceu Penteado Navarro - um dos magistrados que recebeu quantias milionárias no TJ pauilista entre 2008 e 2010.

 

A seção do Fórum Especial - colegiado formado por 25 desembargadores -, teve início às 13h desta quarta-feira, 30. Sartori propôs abertura de processo disciplinar contra Navarro e outros 2 desembargadores, Fábio Monteiro Gouvea, que recebeu R$ 713 mil, e Vianna Cotrin, que recebeu R$ 631 mil.

 

A defesa dos três magistrados pediu anulação do processo, mas sua argumentação foi rechaçada por Sartori. Tem início, agora, a votação pelo Órgão Especial.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.