Presidente do TJ-SP desaloja procuradoria

O desembargador Ivan Sartori, presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, pediu à Procuradoria-Geral de Justiça que determine a "desocupação de salas" atualmente utilizadas pelo Ministério Público em 38 edifícios do Poder Judiciário, no prazo entre 40 e 90 dias. Um dos argumentos de Sartori é a "necessidade da obtenção de salas para juízes que não as têm". Segundo Sartori, as salas de apoio "estarão preservadas" em poder do MP. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

AE, Agência Estado

23 Abril 2013 | 08h49

Mais conteúdo sobre:
TJ-SPPTDESOCUPAÇÃO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.