Presidente do STF diploma funcionários recém-alfabetizados

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Marco Aurélio Mello, entregou diplomas a 48 funcionários terceirizados que concluíram o curso de alfabetização, ministrado por voluntários do tribunal. Vestidos de beca e cartola azul, eles ouviram elogios de Marco Aurélio, "por terem conseguido vencer várias barreiras para estudar, na fase adulta". A oradora da turma, a funcionária Geni Pereira da Silva, que mesmo analfabeta vinha trabalhando na biblioteca do STF nos últimos 23 anos, disse sentir-se mais respeitada depois que aprendeu a ler e escrever. Ela observou que antes do curso não lia placas na rua e nem conseguia preencher um cheque. A segunda edição do curso já começou e a idéia é expandir este trabalho a outros órgãos do Judiciário. Depois da formatura foi servido lanche com refrigerante para os formandos e famílias, custeado pelos voluntários. Geni realizou o sonho de tirar uma foto ao lado do presidente do STF.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.