Presidente do STF defende cotas para negros

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, manifestou-se a favor da aprovação de uma lei fixando cotas de negros no serviço público. "A forma de se corrigir uma desigualdade é colocando o peso da lei a favor daquele que tem o tratamento diferenciado no contexto social", disse Marco Aurélio. "Creio que é uma matéria aberta e precisamos avançar para corrigir as desigualdades", afirmou o presidente do Supremo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.