Presidente do sindicato dos metalúrgicos do ABC diz que Lula está 'indignado'

Presidente do sindicato dos metalúrgicos do ABC diz que Lula está 'indignado'

Wagner Santana afirma que sindicatos organizarão atos de apoio a Lula: "Vamos declarar apoio ao ex-presidente porque acreditamos na inocência dele"

Valmar Hupsel Filho, O Estado de S.Paulo

12 Julho 2017 | 20h08

São Paulo - O presidente do sindicato dos metalúrgicos do Grande ABC, Wagner Santana, disse nesta quarta-feira, 12, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula está "indignado" com a condenação.

"O presidente está indignado como qualquer pessoa inocente estaria diante de uma condenação com caráter político", disse ele há pouco, após deixar o Instituto Lula, onde o ex-presidente recebeu a notícia da condenação e permanece até o momento.

Lula foi condenado nesta quarta-feira, 12, em primeira instância a nove anos e seis meses por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O ex-presidente estava no Instituto Lula quando recebeu a notícia da condenação, no início da tarde.

Santana disse que Lula está tranquilo em relação à sua inocência. "Ele conseguiu comprovar sua inocência nos autos do processo, que se baseia na declaração uma presa que fez acordo para sair da cadeia. Toda a documentação comprova a inocência de Lula", disse.

Segundo ele, os sindicatos vão organizar atos de apoio ao ex-presidente. "Vamos declarar apoio ao ex-presidente porque acreditamos na inocência dele", disse.

Mais conteúdo sobre:
LulaSindicato dos Metalúrgicos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.