Presidente do PT pede urgência para a Comissão da Verdade

Rui Falcão elogiou os protestos organizados pelo Levante Popular da Juventude nesta segunda

Roldão Arruda, de O Estado de São Paulo,

27 de março de 2012 | 19h44

SÃO PAULO - O presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), Rui Falcão, disse nesta terça-feira, 27, que a instalação da Comissão da Verdade é uma tarefa que deve ser encarada com urgência. O comentário foi feito em seu site na internet, durante um breve pronunciamento sobre as manifestações realizadas ontem em diversas partes do País para identificar torturadores de presos políticos durante a ditadura militar.

Falcão cumprimentou os integrantes do Levante Popular da Juventude, que organizaram de maneira pacífica as manifestações de segunda-feira, 26. "Não se trata de nenhuma ação de vingança ou revanche, mas simplesmente de jovens que, como a gente, querem passar a limpo a história recente do Brasil", afirmou.

Ao final o presidente da legenda petista se referiu à Comissão da Verdade, que foi criada em novembro do ano passado, mas até agora não saiu do papel. "Mais do que nunca é urgente instalar a Comissão da Verdade para que possamos apurar todas as violações que foram cometidas naquele período contra os direitos fundamentais da pessoa humana", disse.

A instalação da comissão depende exclusivamente da presidente Dilma Rousseff, também filiada ao PT. Cabe a ela indicar as sete personalidades que irão conduzir os trabalhos. Segundo Rui, é preciso esclarecer os fatos sobre aquele período histórico, que foi marcado por "violações dos direitos humanos, torturas, assassinatos, desaparecimentos que até hoje marcam as vidas de inúmeras famílias."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.