Presidente do PSDB admite que pesquisa decepcionou

O presidente do PSDB, senador Tasso Jereissati (CE), admitiu nesta segunda-feira que os números das últimas pesquisas de opinião decepcionaram o partido. "Sei que há expectativa de ser sempre melhor", afirmou. "Mas não há nenhuma angústia nem pressa."Segundo Tasso, a pesquisa Datafolha divulgada no fim de semana não vai ocasionar nenhuma mudança de rumo na campanha presidencial. "Não vou mudar nada. A campanha do Geraldo (Alckmin) ainda nem começou", afirmou. "Vamos continuar a mesma trajetória", acrescentou, ao admitir que ainda há um grande número de pessoas no País que não conhece o candidato tucano.Tasso chegou à sede nacional do partido para uma reunião de avaliação com o coordenador-geral da campanha, senador Sérgio Guerra (PE), e o secretário-geral do partido, deputado Eduardo Paes (PE). Também Alckmin deverá chegar à sede do PSDB para participar da reunião, assim como o governador de Minas Gerais, Aécio Neves.Tasso antecipou que a prioridade da campanha, neste momento, será dar uma atenção especial justamente às regiões onde Alckmin é pouco conhecido, como o Norte, Nordeste e algumas áreas de Estados do Centro-Sul, como o norte de Minas Gerais. A estratégia de viagens do pré-candidato será discutida à noite.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.