GABRIELA BILO | ESTADAO
GABRIELA BILO | ESTADAO

Presidente do PPS apresenta projeto que declara a presidência da Câmara vaga

Se aprovada, a proposta do deputado Roberto Freire abre caminho para uma nova eleição na Câmara

Daiene Cardoso, O Estado de S.Paulo

11 de maio de 2016 | 20h46

BRASÍLIA - O presidente do PPS, deputado Roberto Freire (SP), apresentou hoje um projeto de resolução para declarar a vacância do cargo de presidente da Câmara. Se aprovada, a proposta abre caminho para uma nova eleição.

A proposição foi encaminhada em um momento em que os partidos pressionam o presidente interino da Casa, Waldir Maranhão (PP-MA), a renunciar ao cargo.

Maranhão é o vice-presidente da Câmara e ocupa a função há uma semana, desde que o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) foi afastado do mandato e do cargo. Hoje o presidente em exercício conversou com líderes partidários e disse que não renunciará. Ele tratou de assuntos administrativos e deixou a Casa sem falar com jornalistas.

Freire argumenta que a decisão do Supremo Tribunal Federal que afastou Cunha do cargo trouxe como consequência "a problemática da acefalia de seus trabalhos". Para o presidente do PPS, a Câmara não pode ficar inerte diante da "inviabilidade decorrente de não se ter um presidente, mas um interino por tempo indeterminado".

O deputado defende que o plenário defina o impasse, já que o afastamento de Cunha é por tempo indefinido. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.