Presidente do DEM pede saída de filho de Lobão

O presidente do DEM, deputado Rodrigo Maia (RJ), defendeu ontem a saída de Edison Lobão Filho (MA), o Edinho, do partido o mais rápido possível. Para Maia, a permanência de Edinho no DEM é insustentável, mesmo com sua desistência de assumir uma cadeira no Senado com a nomeação de seu pai, senador Edison Lobão (PMDB-MA), para o Ministério de Minas e Energia. Sem falar em expulsar de Edinho do partido, Maia diz acreditar no ?bom senso? do político. Edinho é investigado pelo Ministério Público do Maranhão pela suspeita de ser sócio oculto da distribuidora de bebidas Itumar, que teria sonegado R$ 42 milhões em 2000.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.