Presidente do CPB defende reeleição de Dilma

O presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), Andrew Parsons, discursou defendendo a reeleição da presidente Dilma Rousseff, sem citar explicitamente o nome da candidata petista. Parsons afirmou que "esporte não é alienado" e que "esse Ministério do Esporte foi muito importante para o desenvolvimento do esporte paraolímpico e esporte como um todo, e a gente não pode retroceder". O candidato tucano ao Planalto, Aécio Neves, tem proposta de redução de ministérios. Parsons falou na manhã desta sexta-feira durante visita de jovens atletas olímpicos e paraolímpicos à Dilma no Palácio do Planalto.

TÂNIA MONTEIRO, Estadão Conteúdo

19 de setembro de 2014 | 13h17

Andrew Parsons disse ainda que "o movimento paraolímpico está de dedos cruzados esperando que nos próximos anos nós mantenhamos o Ministério do Esporte exclusivo porque esporte olímpico e paraolímpico e o esporte brasileiro merecem". Os presentes à audiência com Dilma aplaudiram e cruzaram os dedos.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõesDilmaComitê Paralímpico

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.