Presidente diz que pode readotar o estilo "Lulinha paz e amor"

Muito mais a vontade para falar de sua possível candidatura, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou, em entrevista, que poderá adotar novamente o "Lulinha paz e amor". "Da minha parte, vocês vão perceber, que se eu decidir ser candidato eu vou ser o Lulinha Paz e Amor que fui na outra (campanha, em 2002), tranqüilo, sem nenhum problema", disse. "Eu não tenho nenhuma razão para estar nervoso", acrescentou lula, ao ser perguntado sobre o lançamento de sua candidatura. Lula insistiu em afirmar que ainda não é candidato e que ainda falta um mês para decidir. Ao ser perguntado sobre o resultado da pesquisa Datafolha para o governo de São Paulo, na qual o candidato José Serra (PSDB) mantém a dianteira, embora tenha perdido sete pontos, Lula disse que "pesquisa é no dia da eleição. "Vocês me conhecem e sabem que pesquisa não me move".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.