Presidente deixa de lado o ''Lulinha paz e amor''

Definido como alvo de conquista pelo PT, o território de São Bernardo concentrou ataques do presidente Luiz Inácio Lula da Silva neste final de semana no ABC paulista. O "Lulinha paz e amor" foi deixado de lado: mesmo em Santo André, onde discursou ontem, o presidente bateu duro no prefeito de São Bernardo, William Dib (PSB), que apóia Orlando Morando (PSDB). Ele o acusou de "esconder ambulâncias do SAMU'' para não dar crédito ao governo federal. Em Santo André, em defesa do candidato petista Vanderlei Siraque, Lula também disse que o PT ''já ganhou cinco eleições'' na cidade (na verdade, foram quatro: 1988, 1996, 2000 e 2004) "e vai ganhar mais uma". No comício do sábado à noite,em São Bernardo, destacava-se na praça a enorme quantidade de estandartes de campanha de Marcos Lula, filho da primeira-dama Marisa e adotado pelo presidente. Apesar de ter seu registro impugnado pela Justiça Eleitoral, Marcos Lula continua fazendo campanha na cidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.