Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Presidente da Força Sindical se filia ao PDT

O presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva, o Paulinho, vai se filiar na tarde de hoje ao Partido Democrático Trabalhista (PDT). O líder sindical, que era filiado ao PTB e disputou as últimas eleições presidenciais como vice na chapa de Ciro Gomes, afirmou que estava descontente com a ligação estreita que o PTB vem mantendo com o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva."Quero ter a liberdade de criticar o governo quando discordar de suas propostas. E no PDT sei que terei muito mais liberdade para isso, pois esse partido está mais coerente e afinado com o que pensamos", reiterou Paulinho. O ato de filiação ocorre por volta das 18h de hoje, na capital, e deverá contar com a presença, entre outros, do presidente do partido, Leonel Brizola. Paulinho disse que o partido deverá atrair em breve alguns nomes de peso do Partido dos Trabalhadores. "O Paim (senador Paulo Paim, do PT-RS) deverá ser o próximo a se filiar ao PDT", afirmou. Segundo o líder sindical, Brizola já está mantendo há algum tempo conversações com petistas descontentes com a condução do governo, inclusive o senador Paim. "Acredito que vamos abrigar muitos descontentes, muita gente boa", emendou.Paulinho criticou também o fato de o senador Paulo Paim não ter sido recebido em audiência pelo ministro da Previdência Social, Ricardo Berzoini: "É um absurdo que integrantes do governo se recusem a receber os que não concordam com o andamento de suas políticas. E o mais grave é que se trata de um senador da República e do partido do próprio governo."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.