Presidente da Força Sindical pode falar na Câmara quarta-feira

A Corregedoria-Geral da Câmara poderá ouvir na quarta-feira o presidente da Força Sindical Paulo Pereira da Silva, o Paulinho, e os ex-assessores da entidade Wagner Cinchetto e Marcos Cará como parte do inquérito aberto para investigar o envolvimento do deputado Luiz Antônio de Medeiros (PL-SP) num esquema de desvio de recursos da Força Sindical. O corregedor-geral Barbosa Neto (PMDB-GO) encaminhou os convites às testemunhas do caso. Medeiros poderá ser alvo de um processo por quebra de decoro parlamentar, o que poderá resultar na cassação do mandato dele, caso sejam levantadas provas do envolvimento dele no uso irregular de recursos da entidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.