Elza Fiuza/Agência Brasil
Elza Fiuza/Agência Brasil

Presidente da Embratur minimiza diferenças políticas com Vieira

Flavio Dino é adversário político do novo ministro do Turismo, aliado de Sarney, no Maranhão

Eduardo Bresciani, do estadão.com.br

16 Setembro 2011 | 18h10

BRASÍLIA - O presidente da Embratur, Flávio Dino (PCdoB-MA), afirmou que as diferenças políticas entre ele e o novo ministro do Turismo, Gastão Vieira, não atrapalharão o trabalho na área. Dino é adversário do grupo do presidente do Senado, José Sarney (PMDB), no Maranhão, enquanto Vieira é afilhado político de Sarney, tendo sido secretário de Roseana Sarney (PMDB), atual governadora do Estado.

"Nós temos que compreender as diferenças da política nacional e regional. Regionalmente sou adversário do grupo do Sarney, mas nacionalmente temos uma base de sustentação ao governo que tem o PMDB", disse ele após a posse do novo ministro.

Dino destacou que Vieira tem "grande experiência parlamentar e administrativa". O presidente da Embratur observou que o ministro já deu as linhas de sua gestão ao defender a articulação do setor com outras políticas públicas do governo. Para ele, a falta de experiência de Vieira na área não será problema porque vai se cercar de técnicos.

O presidente da Embratur afirmou ainda que a realização de megaeventos como a Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíada de 2016 permitirão ao Brasil dobrar o número de turistas estrangeiros depois das competições. Dino destacou ainda que a melhora nos indicadores sociais e o crescimento da classe C abre também a possibilidade de aumentar o turismo interno dando a mais pessoas o "direito ao lazer".

 

Mais conteúdo sobre:
Gastão VieiraposseEmbratur

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.