Presidente da Embraer ganha prêmio internacional

A revista Aviation Week & Space Technology (AW&ST), uma das publicações mais conceituadas do setor aeroespacial no mundo, divulgou nesta sexta-feira, em Washington, nos Estados Unidos, o resultado de sua premiação anual. Numa das principais categorias, a aeronáutica, o vencedor do Aerospace Laureate Awards foi o presidente da Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer), Maurício Botelho. Ele foi escolhido em razão do desempenho da Embraer no ano passado, no mercado de jatos.O anúncio desta honraria é sempre cercado por muita expectativa dentro do universo aeroespacial. Botelho receberá a premiação no dia 25 de abril, em Washington. Junto com presidente da Embraer, o prêmio Aerospace Laureate Awards ainda foi concedido no setor de Propulsão à equipe de desenvolvimento do motor do foguete RD-180, produzido em parceria entre russos e norte-americanos. Esse propulsor será usado na construção da Estação Espacial Internacional, da qual o Brasil participa. Foram premiados o diretor geral da Energomash, Boris Katagorin, e o projetista geral, Vladimir Chvanov, da companhia russa.Também dividem as homenagens o diretor de propulsão da Lockheed Martin, Bob Ford, e seu vice-presidente, John Karas, além do engenheiro encarregado dos motores Pratt & Whitney, que serão usados nos foguetes russos, Larry Tanner. "Os ganhadores do nosso Laureate sintetizam os valores e a visão da indústria aeroespacial global e o Hall da Fama assegura seus lugares na história", comentou o vice-presidente executivo e editor da revista, Kenneth Gazzola.O prêmio Laureate foi criado em 1957 com o lançamento do Laurels Citations, de periodicidade anual, produzido pela AW&ST, destinado a reconhecer realizações individuais e de equipes na área da aviação e aeroespacial. No segmento de publicações especializadas, a revista Aviation Week & Space Technology é a líder mundial. Sua cobertura vai desde tecnologia, negócios, operações dos mercados comerciais, militares e espaciais até lançamentos de novos aviões. A revista é distribuída para mais de 100 mil assinantes pagantes em 130 países.Líder na InglaterraOutra publicação especializada, a revista inglesa Fligth International, também destacou a Embraer como a principal líder no mercado de jatos regionais do Reino Unido no ano de 2000. A revista informou que a companhia brasileira vendeu 418 jatos, deixando a canadense Bombardier com o segundo posto, porém colocando uma larga vantagem sobre a concorrente. A empresa do Canadá comercializou 269 aviões, sendo que apenas 228 eram jatos concorrentes com produtos da Embraer.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.