Presidente da Eletrobrás diz que se demite amanhã

O presidente da Eletrobrás, Cláudio Ávila, disse à Agência Estado que entregará sua carta de demissão amanhã pela manhã ao ministro das Minas e Energia, José Jorge. Ávila é ligado ao PFL e deixará a Eletrobrás após 11 meses na presidência da empresa. "A decisão do partido foi tomada e cabe a nós cumpri-la", disse. Ele acredita que a sucessão na estatal ocorrerá "dentro da normalidade" e que algum técnico ligado ao setor, "entre os muitos gabaritados na empresa", será escolhido para o cargo. Ele informou que está comunicando a demissão aos dirigentes das empresas ligadas à Eletrobrás "para que cada um possa tomar sua própria decisão".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.